Neném, o filho de um brasileiro chamado Mané Garrincha


José Geraldo Filipe, o Neném, filho do formidável Mané Garrincha, foi jogador do Belenenses na época 1979/80. Neném, era ainda muito jovem quando chegou ao Belenenses, vindo do Fluminense. "Tapado" por Lincoln, Gonzalez, Cepeda, Djão, Carneirinho e Vasques, foi muito pouco utilizado (*) por Juca, tendo por isso uma passagem discreta pelo Belenenses. Do Belém, transferiu-se para o futebol suíço.
Estava de férias em Portugal quando morreu num acidente de automóvel, em Fafe, no dia 20 de Janeiro de 1992, aos 28 anos de idade.
O sueco Ulf Lindberg, gerado durante uma digressão do Botafogo à Europa, em 1959, é o único filho vivo de Garrincha. Um outro filho, Garrinchinha, morreu afogado.

(*) Neném, foi titular em 3 jogos e em 2 jogos foi suplente não utilizado


Mané Garrincha beijando uma das suas 11 filhas, em 1965
e, na foto acima, Garrincha e o seu "Neném"

9 comentários:

Rui Moura disse...

Posso reproduzir no meu blogue, citando?...

Abraços!

Anónimo disse...

Desconhecia que o Nenem fosse filho de Garrincha. Mas lembro-me de quando chegou a Portugal, em 1980, a meio da época, conjuntamente com o Serginho - e que nenhum dos dois teve sucesso (um foi logo emprestado ao Atlético).
Mas tenha na memmória que outro filho de Garrincha, o citado Garrinchinha, integrou o plantel do Belenenses na época 1981/82, tendo chegado junto com Bife (ex-FC Porto) e Carlinhos, sendo o Belenenses treinado por Artur Jorge.

Belenenses Ilustrado - disse...

O Garrinchinha, filho de Mané Garrincha, era criança quando faleceu.

Anónimo disse...

E quem era este Garrinchinha, apresentado em Julho de 1981 comofilho de Mané Garrincha?

http://www.fmsoares.pt/aeb_online/visualizador.php?bd=IMPRENSA&nome_da_pasta=06835.185.29085&numero_da_pagina=16

Belenenses Ilustrado - disse...

Dos onze filhos conhecidos de Garrincha, três deles são homens.
Garrinchinha, seu filho com Elza Soares, morreu no dia 11 de Janeiro de 1986, aos nove anos, afogado no rio Imbariê, no quilômetro 137, 5 da estrada Rio-Magê (...)
Neném, o filho de Garrincha com Iraci, também morreu num acidente de automóvel, em Fafe, Portugal, no dia 20 de Janeiro de 1992, com 28 anos.
Do Fluminense, Neném, fora para o Belenenses de Lisboa e dali para o futebol suiço. Na época da sua morte passava férias em Portugal. (...) O filho sueco, Ulf, (...)

In "Estrela Solitária" - Biografia de Garrincha - da autoria de Ruy Castro
Edição Companhia das Letras - Brasil - 9º reimpressão

Belenenses Ilustrado - disse...

"Vida pessoal
Garrincha casou-se com Nair, namorada da infância, com quem teve nove filhas. Suas filhas Tereza e Nadir já estão falecidas[quando?]. Separou-se de Nair e foi casado com Elza Soares por 15 anos, de 1968 a 1983. Os dois tiveram um filho, Manuel Garrincha dos Santos Júnior (9 de julho de 1977 — 11 de janeiro de 1986), morto aos 9 anos de idade num acidente automobilístico. Neném, o filho dele com Iraci, anterior ao casamento com Elza, também morreu num acidente em Portugal em 20 de janeiro de 1992, aos 28 anos. Garrincha também é pai de um filho sueco: Ulf Lindberg, fruto de um relacionamento com uma sueca da cidade de Umeå, durante uma excursão do Botafogo à Europa em 1959."

http://pt.wikipedia.org/wiki/Garrincha

Anónimo disse...

E quem era este Garrinchinha que se apresentou em 1981? (Lembro-me das notícias, como esta do Diário de Lisboa, mas penso que foi dispensado ainda antes da época se iniciar;)

Belenenses Ilustrado - disse...

Plantel da época 1981/82, número de jogos e golos no campeonato, por jogador:

Guarda-redes: Padrão (25 jogos); Jacinto João (5+2 jogos), Quim.

Defesas: Sambinha “cap.” (29 jogos), Luís Horta (20+1 jogos), Alexandre Alhinho (20 jogos), Alfredo (17 jogos); Lima (20 jogos), Sérgio (3 jogos), Carlos Pereira (4 jogos).

Médios: Pinto da Rocha (22+2 jogos), Carlinhos (29 jogos), Tozé (20+1 jogos), Baltazar (23+3 jogos); Vítor Gomes (5+4 jogos), Eurico (6+3 jogos), Avelar (14+4 jogos), Paulo Ferreira (1+2 jogos).

Avançados: Moisés (21+7 jogos), Djão (30 jogos); Toni (8+8 jogos), Bife (4+6 jogos), Osvaldo (2+6 jogos), Cepeda (+4 jogos); Américo (1+2 jogos), Arnaldo Silva (1 jogos).

Golos: Djão 8, Carlinhos 6, Moisés 5, Pinto da Rocha 2, Tozé 2, Baltazar 1, Avelar 1, Paulo Ferreira 1, Bife 1, Américo 1.

Treinador(es): Artur Jorge (até à 9ª jornada), Prof. Nelo Vingada (10ª jornada), Pedro Gomes (até à 16ª jornada), Prof. Nelo Vingada e Carlos Pereira (até à 18ª jornada), Rodrigues Dias (até à 21ª jornada), Manuel Castro e António Dominguez (até à 23ª jornada), Júlio Amador (até à 28ª jornada), Vicente Lucas.

Anónimo disse...

Garrinchinha vem experimentar o Belenenses
Há algum tempo que se falava num terceiro brasileiro para o Restelo, depois de estarem confirmadas as presenças de Bife e Carlinhos. Conhece-se agora o nome do terceiro: trata-se de Garrinchinha, nem mais nem menos que o filho mais velho do conhecido Garrincha. Actualmente com 19 anos, Garrinchinha tem alinhado pela «segunda equipa” do Fluminense.
O novo reforço, pelo menos transportando consigo um nome de peso, deverá chegar a Lisboa, juntamente com Carlinhos, no próximo dia 22.

Diário de Lisboa, 16 de Julho de 1981

http://www.fmsoares.pt/docs/06835/06835.185.29085/06835.185.29085-016.png